Depoimentos

Aqui você encontra alguns depoimentos de pessoas que sofriam com dores e se beneficiaram com o tratamento.

snowboard

"Aprendi a controlar minhas dores"

 

     “Fui diagnosticado com hérnia de disco em 1995. Já sofria com dores nas costas que irradiavam para minhas pernas a algum tempo antes disso. Desde então passei por diversos médicos e fisioterapeutas e, percebi que a cada consulta que fazia ficava ainda mais confuso com relação ao meu problema, pois as explicações que recebia eram muito “técnicas”, complicadas de entender e as orientações de como me “portar” diante do meu problema eram opostas de um profissional para outro, ora não podia me “curvar” pra frente, ora podia, ora não podia dormir em certas posições, ora podia.

     E minha dor continuava lá, me privando de momentos especiais, como carregar meu filho ou até mesmo brincar com meu cachorro.

Até que um dia, após anos de tratamentos sem resultados e muitas caixas de remédios tomadas, fui apresentado ao Dr. Marcos Barros através de um colega que havia se libertado de suas dores no pescoço utilizando o Método McKenzie, e resolvi experimentar.
     Já na primeira consulta percebi que se tratava de um método de tratamento totalmente diferente dos que já havia experimentado. Depois de uma breve avaliação e alguns exercícios simples, Dr. Marcos me explicou em termos “leigos”, a mecânica das minhas dores nas costas, e de que forma eu poderia ficar livre delas em pouco tempo.
     Saí do consultório com 90% de melhora na minha dor e, principalmente, entendendo exatamente o que piorava e o que melhorava a minha condição.
Resultado, após duas semanas, eu estava livre das minhas dores e principalmente, livre de tratamentos que me tornavam dependente de um determinado profissional.
     Eu agora sinto que assumi o controle sobre a saúde da minha coluna, pois, quando sinto qualquer “dorzinha”, faço meus exercícios  e resolvo meu problema de forma rápida e muito simples.
     Desde então recomendo o Dr. Marcos a todos os meus amigos que sofrem com dores no corpo, virei seu fã número 1”.

F.A.C., 38 anos - Advogado
* Por razões éticas o nome não foi divulgado

* Imagem Ilustrativa

* Imagem Ilustrativa

swim

"Me livrei da cirurgia"

 

“Trabalho a muitos anos, diariamente em frente ao computador. Um certo dia comecei a sentir dores em meu ombro esquerdo e na região entre o ombro e o pescoço, que mais tarde descobri se chamar trapézio. Sofri durante meses com dores no meu ombro, tinha muita dificuldade para pentear meus cabelos e não conseguia abotoar o sutiã.
Fui ao ortopedista que, após um exame de ultrasom sem alterações, diagnosticou meu problema como “síndrome do impacto” e me prescreveu medicamentos (anti-inflamatórios) e fisioterapia, dizendo que, se o tratamento prescrito não surtisse efeito, eu teria que me submeter a uma cirurgia em meu ombro.
Com muito medo de passar por uma cirurgia, iniciei o tratamento no dia seguinte. Foram 4 meses de sessões de fisioterapia para meu ombro sem qualquer efeito nas minhas dores e muitos comprimidos de anti-inflamatórios, que já me causavam dores no estômago terríveis.
Voltei ao ortopedista, que imediatamente me indicou para cirurgia. Fiquei apavorada e, resolvi tentar um tratamento “novo” que uma colega havia me falado.
Marquei uma consulta com o Dr. Marcos, e logo na primeira sessão, após a avaliação, inacreditavelmente, o Dr. Marcos me mostrou que a minha dor e dificuldade de movimentos, na verdade eram decorrentes de um problema em meu pescoço, e que, determinados exercícios e posições do meu pescoço, eliminavam a dor e liberavam os movimentos do meu ombro. Saí do consultório sem dores e com o movimento do meu ombro completo.
Fui orientada a modificar minha postura no trabalho com o auxílio de um “equipamento” chamado “rolo lombar”, que faz com que a minha coluna fique na posição correta sem esforço muscular.
Voltei ao ortopedista, que ficou muito surpreso com o resultado e, graças ao Dr. Marcos e o Método McKenzie me livrei da cirurgia.”

H.F.B., 31 anos - Secretária

* Por razões éticas o nome não foi divulgado

* Imagem Ilustrativa

"Arrisquei e não me arrependi" 

 

“Após abaixar rápido para pegar um objeto no chão, senti uma “fisgada” em minhas costas e logo depois, ao tentar levantar do sofá, senti uma dor muito forte e percebi que a minha coluna estava “travada”.
Passei três meses em tratamentos com remédios, fisioterapia e acupuntura que me davam um certo alívio logo após a sessão, mas a dor insistia em voltar em seguida.
Foi quando conheci o Dr. Marcos, que me indicou um tratamento “novo” aqui na cidade, chamado Método Mckenzie.
Fiquei muito desconfiada, pois nem o meu ortopedista conhecia o método, porém, na internet eu encontrei muita coisa sobre o assunto e, como não tinha muita alternativa, resolvi tentar.
Com poucas sessões e menos de um mês de tratamento, não sinto mais dores, e sei o que fazer se ela resolver aparecer novamente.
Conclusão: Não me arrependo de ter “arriscado” e faria tudo de novo se fosse preciso.

M.R., 41 anos - Auxiliar Administrativa
*Por razões éticas o nome não foi divulgado

* Imagem Ilustrativa